Por que o Inglês Técnico é primordial para aplicação da tecnologia no campo?

         O crescimento do campo brasileiro se intensificou nos últimos tempos. De acordo com pesquisas recentes, divulgada pelo Censo Agropecuário do IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a área destinada para agricultura e pecuária no país cresceu 5% em 2018. Junto com essa expansão, aparece também o uso da tecnologia do campo, em que as fazendas se encontram automatizadas e o uso de Big Data ou Blockchain, por exemplo, não são mais recursos usados apenas na indústria. Além disso, no ano de 2015, 12% dos jovens migraram para o campo e, em 2018 essa porcentagem cresceu para 20%.
          Com essa modificação no setor de agronegócios, tanto mundial como brasileiro, as tecnologias podem substituir os trabalhos manuais dos funcionários, e os novos empregos buscam profissionais cada vez mais qualificados que, consequentemente, precisam estar preparados para lidar com a automatização nas fazendas.
          É neste cenário que entram os cursos de profissionalização específicos para setor, como por exemplo, o de Inglês Agro. Mas, quais os benefícios deste tipo de qualificação? E como aplicar o Inglês Técnico voltado para o agro no dia a dia de trabalho?
Exemplo de imagem
         Entenda onde se encaixa a Língua Inglesa no setor de agronegócios

           Já estamos cansados de saber que a Língua Inglesa é essencial em todas as áreas. Porém, os profissionais que atuam no setor do agronegócio têm acompanhado esse momento de transição - automatização do campo - e percebem a importância de ter um nível de inglês fluente, além de saber técnicas específicas do setor, já que ele exige um profissional mais qualificado para operar as máquinas, participar de reuniões do exterior, utilizar os softwares, e ler os manuais - que, na maioria das vezes, vêm do exterior e são escritos em inglês. 
          É tudo um ciclo. As fazendas são automatizadas com a chegada da tecnologia no campo; os profissionais, por sua vez, se qualificam cada vez mais e, com isso, geram um aumento da produtividade. Aqui no Brasil, possuímos um grande território onde há muito espaço para o plantio e para criação de animais. A automatização gera menos gastos de matéria prima/equipamentos - já que todos os processos são otimizados e controlados pelo computador ou aplicativos - e mais agilidade na aplicação de fertilizantes, entre outros benefícios.
          Outro ponto importante que devemos ressaltar sobre a importância do Inglês Agro, é em relação às pesquisas do setor, que, atualmente, são realizadas no exterior. Porém, como citei acima, o Brasil apresenta uma extensa área para plantio e criação de animais, e é muito provável que, nos próximos anos, as pesquisas sejam realizadas aqui e compartilhadas com outros países.
          Portanto, os jovens que estão se preparando ou querem entrar nessa área de agronegócios, precisam ter em mente que o inglês técnico é que os trará contato com as expressões e termos específicos do setor.
          Para os que já atuam no agronegócio, recomendo que se especializem sempre, para se atualizarem junto com as mudanças da área. O profissional que não estiver familiarizado com o inglês não conseguirá manipular os maquinários das fazendas, não saberá ter o controle dos processos internos, e certamente ficará para trás em relação aos concorrentes. 
Escreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!
Insira seu e-mail abaixo para receber nossas novidades
Feito com